Pesquise no Grupo AVPH
loading...

Urso das Cavernas

    O Urso das Carvernas cujo nome é devido ao fato de muitos dos fósseis terem sido encontrados em cavernas, viveu há aproximadamente 130 a 12 mil anos atrás durante o Pleistoceno na Europa. Era parecido com os ursos pardos atuais, porém era bem maior, cerca de 30% maior.
    O Urso das Cavernas pesava quase 550 kilogramas e media cerca de 2,3 metros de altura em pé e 1,4 metros de altura nos ombros quando apoiado nas quatro patas, sendo as fêmeas menores, não ultrapassando os 300 kilogramas de peso. O Urso das Cavernas era considerado pelos homens primitivos como um animal sagrado e existem relatos gravados nas paredes de cavernas e esculturas demonstrando formas de rituais e usos de crânios, peles e patas. Eles possuíam uma dieta onívora, entre suas presas estavam os Alces Gigantes, Preguiças Gigantes, Mamutes, peixes, roedores e até homens das cavernas, mas na falta de carne se alimentavam de frutas, flores, folhas, raízes e mel.
   Possuíam uma musculatura e agressividade maior que a dos ursos atuais, pois as circunstancias da época exigiam essas características e certamente teria que concorrer com grandes predadores como Tigres dentes de sabre e enfrentar as diversas eras glaciais que existiam em sua época, por isso supõe-se que este animal hibernasse durante mais tempo que os ursos modernos, justificando a presença frequente do animal em cavernas. O motivo que os levou a extinção não é conhecido, apenas supõe-se que tenha desaparecido devido a mudanças do seu habitat no final daquela Era do Gelo, com certeza a presença dos Homens da cavernas influenciou o modo de vida dessa espécie, pois viviam no mesmo espaço.
   O esqueleto do Urso das Cavernas foi descrita pela primeira vez em 1774 por Johann Friederich Esper em seu livro "Zoolites descoberta recentes dos animais quatro pés desconhecidos". Originalmente pensou-se que pertenciam a dragões, unicórnios, macacos, canídeos ou felídeos. Esper postulou que na verdade pertencia a ursos polares. Vinte anos depois, Johann Christian Rosenmüller, um anatomista da Universidade de Leipzig, deu à espécie seu nome binomial. Os ossos eram tão numerosos, que a maioria dos pesquisadores ofereceram pouco respeito por eles. Durante a I Guerra Mundial, grandes quantidades de ossos de Ursos das Cavernas foram usados ??como uma fonte de fosfatos, deixando para trás um pouco mais do que crânios e ossos das pernas.
   O habitat dos Ursos das Cavernas se estendia por toda a Europa, a partir da Espanha e Grã-Bretanha, no oeste, Itália e partes da Alemanha, Polônia, Balcãs, Romênia e partes da Rússia, incluindo o Cáucaso e norte do Irã. Nenhum vestígio foi encontrado no norte da Grã-Bretanha, na Escandinávia ou os países bálticos, pois foram áreas cobertas por geleiras extensas naquele tempo. O maior número de restos foram encontrados na Áustria, na Suíça, no sul da Alemanha, no norte da Itália, no norte da Espanha, na Croácia, na Hungria e na Romenia. O grande número de ossos encontrados no sul, centro e leste da Europa levou alguns cientistas a pensar que a Europa possuía literalmente manadas de Ursos das Cavernas, porém deve-se salientar que algumas cavernas têm milhares de ossos por que foram acumulando ao longo de um período de 100.000 anos ou mais, o que requer apenas duas mortes em uma caverna por ano para explicar os grandes números.
   Acredita-se que o Urso das Cavernas e o Urso marrom atual são descendentes do Urso Etrusco (Ursus etruscus), que viveu há cerca de 5,3 milhões de anos atrás até 10.000 anos atrás, sendo que o último ancestral comum desses ursos, viveu entre 1,2 e 1,4 milhões de anos atrás e o precursor imediato do Urso das Cavernas foi provavelmente o Urso Deninger (Ursus deningeri), uma espécie restrita ao Pleistoceno Europeu, há cerca de 1,8 milhões de anos atrás até 100.000 anos atrás.


Dados do Mamífero:
Nome: Urso das Carvernas
Nome Científico: Ursus spelaeus
Época: Pleistoceno
Local onde viveu: Europa
Peso: Cerca de 550 kilogramas
Tamanho: 1,4 metros de altura nos ombros
Alimentação: Onívora


Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Carnivora
Família: Ursidae
Gênero: Ursus
Espécie: U. spelaeus (Rosenmüller & Heinroth, 1794)

Referência:
- What size were Arctodus simus and Ursus spelaeus? - Christiansen P., (http://www.sekj.org/PDF/anzf36/anzf36-093p.pdf)



loading...
loading...
   ® Atlas Virtual da Pré-História - AVPH.com.br | Conteúdo sob Licença Creative Commons | Política de Privacidade | Termos de Compromisso | Projeto: AVPH Produções
    Obs.: Caso encontre alguma informação incoerente contida neste site, tenha alguma dúvida ou queira alguma informação adicional é só nos mandar um e-mail. Tenha uma boa consulta !!!.