Tigre Dentes de Sabre Norte Americano

Tigre Dentes de Sabre - AVPH Tigre Dentes de Sabre - AVPH

   O Smilodon fatalis ou Tigre Dentes de Sabre Norte Americano cujo nome faz referência aos enormes dentes que mais pareciam facas de cortar carne em formato curvo. Viveu há aproximadamente 1,6 milhões a 10 mil anos atrás durante o Pleistoceno na América do Norte e América Central.
   Essa espécie era de tamanho intermediário do gênero Smilodon, chegava a medir 1,0 metro de altura e 1,75 metros de comprimento e pesar 280 quilogramas. Originou-se possivelmente do Smilodon gracilis, que surgiu na América do Norte há 1,8 milhões de anos atrás, a partir de adaptações para caçar animais de grande porte. Apesar do nome popular de Tigres dentes de sabre, os smilodons não são parentes próximos dos tigres atuais, se separando da linhagem dos atuais felinos há cerca de 16 milhões de anos atrás. Possuíam os incisivos projetados para a frente, permitindo-lhes morder suas presas sem lesionar os seus enormes caninos, proporcionando assim uma face mais comprida do que os outros modernos. Há evidências de que os Smilodon tivessem um comportamento de grupo, semelhante ao dos leões atuais, visto que foram encontrados fósseis que apresentavam fraturas regeneradas que impossibilitariam o animal de caçar, evidenciando que o bando teria auxiliado o animal impossibilitado de caçar.
   Possuíam um rabo curto, perna fortes, um corpo e pescoço robustos e longos caninos. Eram mais robustos que os felinos modernos, sendo comparáveis em musculatura e força aos ursos atuais. As pernas traseiras eram mais curtas que que as dianteiras se comprados com os felinos de grande porte atuais, sugerindo que não eram bons corredores. Eram carnívoros poderosos, que atacavam suas presas através de emboscadas, agarrando as mesmas na região próxima do pescoço e as derrubando ao chão utilizando-se de sua força e peso. Em seguida desferiam o golpe final utilizando seus enormes caninos que rasgavam a garganta da presa, levando-a a morte rápida, para isso conseguiam abrir a boca em quase 120 º e seus poderosos músculos do pescoço para auxiliar na mordida. Essas qualidade os tornavam capazes de abater presas como Mamutes, Mastodontes, Preguiças gigantes, bisões, camelos, cavalos, porcos selvagens, entre outros.
   O gênero Smilodon foi descrito pela primeira vez pelo naturalista dinamarquês Peter Wilhelm Lund em 1842, após encontrar os primeiros fósseis da espécie Smilodon populator nas cavernas de Lagoa Santa em Minas Gerais, Brasil. A maioria dos fósseis do Smilodon fatalis, em diversos estados de preservação, vem dos poços de betume de La Brea em Los Angeles, nos Estados Unidos, onde foram encontrados cerca de 162.000 ossos do mesmo, representando em torno de 1.200 indivíduos.
   O Smilodon fatalis chegou a migrar para a América Central e seu processo de extinção se iníciou juntamente com a da megafauna e a chegada do Homo sapiens. Estudos apontam para a possível existência de subespécies ou espécies derivadas do Smilodon fatalis, seriam elas as Smilodon fatalis californicus ou Smilodon californicus e Smilodon fatalis floridanus ou Smilodon floridanus, porém o mais aceito é que seriam sinônimos do S. fatalis.


Dados do Mamífero:
Nome: Tigre Dentes de Sabre Norte Americano
Nome Científico: Smilodon fatalis
Época: Pleistoceno
Local em que viveu: América do Norte
Peso: Cerca de 280 quilogramas
Tamanho: 1,0 metro de altura e 1,75 metros de comprimento
Alimentação: Carnívora


Classificação Científica:
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Carnivora
Família: Felidae
Subfamília: Machairodontinae
Gênero: Smilodon
Espécie: Smilodon fatalis (Leidy, 1869)

Referências:
- The Rancho La Brea tar pits are in Hancock Park in the heart of Los Angeles. The specimens are displayed in the George C. Page Museum in the park.
- Alan Turner & Mauricio Anton, The Big Cats and Their Fossil Relatives, Nova Iorque, Columbia University Press, 1997.
- Barnett, Ross; Ian Barnes, Matthew J. Phillips1, Larry D. Martin, C. Richard Harington, Jennifer A. Leonard, and Alan Cooper (9 August 2005). "Evolution of the extinct Sabretooths and the American cheetah-like cat".
- Christiansen P. and Harris J.M. 2005. Body size of Smilodon (Mammalia: Felidae).
- Jeff Hecht (1 October 2007). "Sabre-tooth cat had a surprisingly delicate bite". New Scientist. The study used finite element analysis, a computerized technique common in engineering.
- Mydans, Seth (1989-09-26). "Saber-Tooth Social Life: Primeval Compassion". The New York Times.
- Turner, A.; Antón, M. (1997). The Big Cats and Their Fossil Relatives: An Illustrated Guide to Their Evolution and Natural History. Columbia University.
- Christiansen, P.; Harris, J. M. (2005-12). "Body Size of Smilodon (Mammalia: Felidae)". Journal of Morphology.
- "Saber-Toothed Cat, Smilodon fatalis". San Diego Zoo Global. January 2009.
- "Smilodon fatalis Leidy, 1868". Florida Museum of Natural History.
- Meachen-Samuels, J. A.; Van Valkenburgh, B. (2010-07-02). "Radiographs Reveal Exceptional Forelimb Strength in the Sabertooth Cat, Smilodon fatalis".
- McHenry, C.R., Wroe S., Clausen, P.D., Moreno, K. and Cunningham, E. (October 2007). "Supermodeled sabercat, predatory behavior in Smilodon fatalis revealed by high-resolution 3D computer simulation".


   ® Atlas Virtual da Pré-História - AVPH.com.br | Conteúdo sob Licença Creative Commons | Política de Privacidade | Termos de Compromisso | Projeto: AVPH Produções
    Obs.: Caso encontre alguma informação incoerente contida neste site, tenha alguma dúvida ou queira alguma informação adicional é só nos mandar um e-mail. Tenha uma boa consulta !!!.