Mamute anão

     O Mamute anão era parentes dos atuais elefantes, mas não era seu ancestral, eles eram adaptações ao meio dos enormes Mamutes, que quando se encontravam exilados em pequenas ilhas eram obrigados a se tornar menores ou morrerem, existiram diversas espécies de Mamutes anões, essa era a Mammuthus exilis que viveu 12 mil anos atrás na Califórnia ( EUA ) durante o Pleistoceno, mas a última espécie de mamute a existir no planeta foi uma das espécies de Mamutes anões que viveram em ilhas congeladas ao norte da Sibéria e só foram extintas há 4 mil anos Antes de Cristo. Com a chegada de eras glaciais grande parte dos oceanos ficam congelados, assim os animais não conseguem diferenciar terra de água, atravessando mares (como aconteceu as travessias da Ásia para a América do Norte) e com fim de eras glaciais o gelo volta a derreter e os animais que atravessaram grandes porções de água não conseguem mais retornar, em pequenas ilhas não há alimento suficiente para manter um enorme bando de Mamutes, então muitos morrem e outros sobrevivem adaptando-se ao meio e assim muitas espécies de Mamutes acabaram se tornando " anões ".

Dados do Mamífero:
Nome: Mamute anão
Nome Científico: Mammuthus exilis
Época: Pleistoceno
Local onde Viveu: América do Norte
Peso: Cerca de 600 quilos
Tamanho: 1,8 metros de altura
Alimentação: Herbívora