Pesquise no Grupo AVPH
loading...

Maiassaura

Em 1778, foram descobertos em Montana, nos EUA, ninhos de uma espécie nova de Hadrossauro, o Maiassaura, "lagarto boa-mãe". Esse Hadrossauro, que tinha uma pequena elevação óssea entre os olhos, cuidava de sua cria como uma verdadeira mãe dedicada. Ela cavava um buraco não muito profundo na terra, forrava-o com plantas e depositava seus ovos.

Tratava-se de uma descoberta sensacional, pois forneceu surpeendentes revelações sobre o comportamento social, tanto dos Hadrossauros como também de outros dinossauros que viveram nesta região no fim do período Cretáceo há aproximadamente 66 milhões de anos atrás.

Devido a grande quantidade de pequenos ossos encontrados pelos cientistas, é provavel que os filhotes tenham permanecido no ninho à espera de alimento. Talvez a mãe tenha sido morta enquanto procurava alimento e os filhotes indefezos, que esperavam pacientemente pelo seu retorno, acabarem morrendo de fome.

Descobriu-se que um filhote de Maiassaura teria em torno de 46 centímetos de comprimento, o mesmo que um um gato doméstico. Teriam de crescer rápido, caso contrário seriam facilmente pegos por predadores.

O Maiassaura comportava-se como os pássaros, pois ia todos os anos para a mesma região a fim de botar seus ovos e cuidar da cria.

Dados do Dinossauro:
Nome: Maiassaura
Nome Científico: Maiasaura peeblesorum
Época em que Viveu: Cretáceo
Local em que Viveu: América do Norte
Peso: Cerca de 4 toneladas
Tamanho: 9 metros de comprimento
Alimentação: Herbívora




loading...
loading...
   ® Atlas Virtual da Pré-História - AVPH.com.br | Conteúdo sob Licença Creative Commons | Política de Privacidade | Termos de Compromisso | Projeto: AVPH Produções
    Obs.: Caso encontre alguma informação incoerente contida neste site, tenha alguma dúvida ou queira alguma informação adicional é só nos mandar um e-mail. Tenha uma boa consulta !!!.